Slackline – Segurança em Primeiro Lugar

Modalidades do Slackline
11 de abril de 2011
Slackline, mais do que um esporte, uma brincadeira
30 de junho de 2011
Veja tudo

Slackline – Segurança em Primeiro Lugar

Bom galera, a gente tem trabalhado bastante pela divulgação e evolução do Slackline no Brasil, e ficamos felizes pra caramba com a aceitação que o esporte tem entre as pessoas e principalmente com a curiosidade e dedicação da criançada com o esporte.

Mas com esta onda crescente de praticantes de slackline fico preocupado com o tipo de uso que as pessoas tem feito do esporte e se realmente têm tomado os procedimentos de segurança necessários para que a prática torne-se realmente segura.

Tem sido frequente a postagem de vídeos com atletas conhecidos da cena, praticando o  Free Solo, como é chamado o Highline, praticado sem equipamentos de segurança.

Na minha opinião este tipo de prática vai contra o princípio básico da prática de esportes radicais, que é SEGURANÇA EM PRIMEIRO LUGAR.
O Highline é uma das modalidades mais bacanas do slackline mas para pratica-la é preciso muita experiencia na fita e principalmente muito conhecimento técnico em equipamentos de segurança.

Não acho bacana a divulgação de vídeos de free solo pois de certa forma estes atletas são o espelho de muitas crianças que estão começando a praticar, e de certa forma estes vídeos acabam influenciando a pratica do esporte sem segurança.

A exibição de um Highline executado com equipamentos de segurança é tão impressionante quanto e ainda passa uma mensagem legal para molecada que está começando.

O slackline é um esporte de concentração e superação de desafios e deve ser praticado com máxima segurança SEMPRE.

Segue algumas dicas para quem está começando a praticar:

  • Ancorar a fita sempre com altura máxima de 60 cm do chão
  • Utilizar sempre os protetores de árvore, eles são responsáveis por não deixar a fita serrar no troco
  • Subir sempre uma pessoa de cada vez na fita, embora as fitas aguentem uma capacidade alta de carga, o slackline é projetado para ser praticado por apenas uma pessoa por fita.
  • Tomar muito cuidado com os dedos na hora de abrir e fechar a catraca. Uma falta de atenção neste momento pode resultar em ferimentos graves.
  • Recomendável amarrar uma cordinha na catraca e na árvore, pois no caso de a fita arrebentar a catraca não voltar na pessoa que estiver na fita.
  • Revisar os equipamentos sempre antes de utilizar.
Tomando todos os devidos cuidados, o slackline se torna uma atividade segura e ainda sim muito desafiadora.
Muita atenção e bons treinos a todos!

Para finalizar o post, segue um vídeo incrível de um Highline muito bacana feito com devidos equipamentos de segurança. Alguém se arrisca?

Skyliners Paris trailer from sebastien montaz-rosset on Vimeo.

Viva Slack \o/ sua vida em equilíbrio!

9 Comentários

  1. Anonymous disse:

    Eu tenho uma pergunta, talvez um puco óbvia sobre o highline… a corda q é utilizada por baixo da fita tem o papel só de segurança caso a fita arrebente? Ou tem alguma outra coisa a ver? Como estabilidade?

    Esse esporte poderia ser praticado sem essa “corda dinâmica” por baixo da fita? Com a mesma “qualidade”? (sem segurança no caso)

    Obrigado!

  2. Anonymous disse:

    Ou melhor:
    Esse esporte poderia ser praticado sem essa “corda dinâmica” por baixo da fita?(Em locais não tão altos como o do video, onde o vento é intenso)com a mesma “qualidade”? (sem segurança no caso)

  3. Bud disse:

    Olá, na verdade o cabo que vai de baixo da fita é extremamente necessário para garantir que você esteja seguro no caso da fita arrebentar.

    É nele que o praticante deve estar preso. Mas esta é apenas uma das dicas, é necessário muito conhecimento para a prática de Highline se você nunca praticou é melhor procurar alguém que já tenha feito para não acontecer nenhum acidente.

    Olha a responsa hein!

    Abraço!

  4. Anonymous disse:

    Ta certo! Vo ir mais devagar! haha
    Brigadão pela resposta!

    Abraço

  5. Anonymous disse:

    gostaria de saber se existe algum tipo de acessorio que sirva como ancoragem que não seja uma arvore. Algo portatil, existe? valeu

  6. Saiba como construir uma base móvel lendo este post, tem um vídeo com passo a passo.

    Abraços!

  7. Lh... disse:

    Dalhe galera…
    Montar um higline exige um certo conhecimento técnico a respeito dos equipamentos… A corda de backup se trata de um equipamento essencial em termos de segurança. As forças envolvidas em uma queda em um highline (quando não “cata” a fita) longo fácilmente ultrapassam a de qualquer manobra, por mais alta que seja, num trickline… por isso, é muito importante dimensionar a fita (quanto a sua resistência – hoje em dia tem fita de 25mm de até 67kn, pra higline, as tubulares comuns são de 12 a 18kn – mas isso é um papo longo…) de acordo com o comprimento da linha e tão ou mais importante é não se utilizar mosquetões de alumínio em pontos submetidos diretamente a tensão. E a corda de Backup, se ressalta a importância que seja “semi-estática” (e não dinâmica como foi dito) e não tensionada, apenas esticada “a mão” mesmo, com sistema de ancoragens INDEPENDENTES dos da fita…
    backup tem que ser completamente independente, senão não eh backup…
    Saudações!!

  8. Romário disse:

    Gostaria de saber uma lista detalhada de todos os equipamentos necessários para o highline, já faço escalada e rapel a algum tempo e tenho bastante conhecimento com técnicas de ancoragem mas nunca tive contato com o highline apesar de ter feito Slack algumas vezes, o que não vai me impedir de procurar ajuda profissional para montagem e orientações antes de me arriscar, minha urgência em comprar o material agora é que estou na Europa e gostaria de aproveitar pra adquirir uma material de boa qualidade por um preço razoável, todos falam muito do esporte mas tem um certo segredo sobre seus equipamentos… fico grato pelas orientações!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *