Slackline em São Paulo: os melhores locais para se praticar

Como ter mais equilíbrio na vida
27 de maio de 2015
Os 5 maiores recordes do Slackline
3 de julho de 2015
Veja tudo

Slackline em São Paulo: os melhores locais para se praticar

O Slackline é um esporte que vem caindo no gosto dos brasileiros por ser perfeito para quem busca equilíbrio e consciência corporal. Os benefícios para quem pratica Slackline são muitos, vão desde concentração e equilíbrio até flexibilidade, coordenação motora e delineamento dos músculos. Além disso, o Slack (como é chamado pelos praticantes) é um esporte democrático e sem limites de idade, pois pode ser praticado por qualquer pessoa.

O melhor de tudo é que ele é um esporte criativo, pois pode ser feito em lugares variados, como parques, academias, clubes, praças, escolas, praias, piscinas e até montanhas! Por isso nós preparamos uma lista com alguns dos lugares mais interessantes para a prática do Slackline em São Paulo. Confira:

Parques

Para quem é amante da natureza e busca um local tranquilo em meio a selva de pedra, os parques são ótimas opções para quem mora em São Paulo e deseja ar puro para praticar o esporte.

  • Parque do Ibirapuera – O parque mais tradicional da cidade conta com uma área de 1,584 km² e várias árvores para a prática do esporte. Quem procura sossego deve evitar ir aos finais de semana, pois o público aumenta significamente, chegando a 120 mil pessoas. O Parque do Ibirapuera desde 2012, conta com um local reservado para a prática, denominado Slack Park. As demais áreas são proibidas, buscando assim preservar e poupar árvores mais frágeis.
  • Parque Villa Lobos – Localizado no bairro de Alto dos Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, o Parque Villa-Lobos é uma das boas opções de lazer ao ar livre da capital. Menor e mais tranquilo do que o Parque do Ibirapuera, o Villa Lobos abrange uma área de 732 mil metros quadrados. Alguns grupos costumam se reunir e ensinar o esporte, sem cobrar nada por isso. Os praticantes costumam chegar pela parte da manhã.
  • Parque Horto Florestal – Localizado na região norte de São Paulo, ocupa uma área de 714 hectares. Entre os dois parques citados acima, o Horto Florestal é o parque mais “zen” de todos. Há encontros de grupos de Slack aos domingos a partir das 9 horas.

Praças

Em meio a uma rotina agitada, nem sempre é possível se deslocar até um parque, por isso as praças próximas de casa podem ser uma opção mais prática e eficaz para quem não quer perder tempo. Na capital existem mais de 5 mil praças e algumas oferecem condições ideais para o Slackline.

  • Praça Horácio Sabino – Fica localizada no bairro da Vila Madalena e, apesar de ser uma praça pequena é bem arborizada e esporadicamente frequentada por praticantes do Slack. A palavra de ordem é sossego. Esta praça é um local ideal para quem gosta de praticar o esporte sem muitos espectadores.
  • Praça Por do Sol – A praça que carrega esse nome também leva a fama de ter o por do sol mais bonito da capital. Ela fica localizada no Alto de Pinheiros, zona oeste e também atrai amantes do Slack. A praça é bem movimentada e frequentada por um público jovem. A dica é que você pratique o esporte no finalzinho de tarde e aproveite para apreciar a paisagem do local.

Qual é o seu local preferido para praticar Slackline? Compartilhe com a gente nos comentários!

9 Comentários

  1. hamilton ramos disse:

    Eu sempre monto na parque do Carmo ou na praça perto de casa aqui no Itaim paulista. As prefeituras .ligo terão que investir neste esporte

  2. Debora disse:

    Comecei a ir com uns amigos, mas todos desistiram kkk. Tô procurando um grupo que pratique aqui na ZL. Alguém por ai? 😀

  3. Hosaias disse:

    Muito bacana. To começando agora também, mas o inicio e um pouco dificil sozinho. estou no ibira às quartas sabados e domingos

  4. Lucas disse:

    Comecei a treinar a pouco tempo, mas sozinho é tenso rsrs alguém da Zona sul Sp pra treinar ?

  5. […] frequência nos treinos. Se puder, treine todos os dias. Nem sempre dá para ir diariamente para o local de treino, mas você pode montar o seu equipamento em casa. Pode ser na garagem, no quintal ou mesmo na sala, […]

  6. Lucas Gonçalves disse:

    Eu sempre quis aprender mais não sei como começar , no Meu pensamento não adianta Eu Compra a fita e não saber nada sobre a modalidade tem algum grupo ou algo parecido ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *