História: você sabe como surgiu o slackline?

5 dicas para escolher a fita de longline ideal
14 de dezembro de 2016
Para quem ama o verde: conheça 10 passeios incríveis na natureza
26 de dezembro de 2016
Veja tudo

História: você sabe como surgiu o slackline?

O slackline tem ganhado muito espaço entre as pessoas das mais diversas faixas etárias. Em praças, praias e em vários outros locais, é possível observar a curiosa cena de um grupo de pessoas tentando se equilibrar em uma “corda bamba” que fica a alguns centímetros do chão.

Porém, ao mesmo tempo em que você reconhece essa cena, devem vir à sua mente as seguintes questões: como se equilibrar em uma corda bamba ficou tão popular? De onde veio essa nova prática? E é justamente isso que nós vamos abordar nesse artigo de hoje. Continue lendo!

A história do slackline

A história do slackline tem início em um antigo treinamento que era realizado por alpinistas nos Estados Unidos. Esse treinamento consistia na busca da melhora do equilíbrio (que é essencial para alpinistas e escaladores) em um terreno seguro e controlado.

No início, essa prática era realizada com uma corda “padrão” de escalada. Essa corda era amarrada a uma pequena altura do chão, e os alpinistas tentavam permanecer em pé ou tentavam atravessar essa corda com o maior controle e menor tempo possível – a distância costumava variar bastante.

Com o passar dos anos, a tradicional corda de escalada foi trocada por vários outros materiais. Até que hoje é largamente utilizada a famosa “fita” slackline – essa fita normalmente tem 50mm de largura e um comprimento maior do que 10 metros (ela lembra bastante uma cinta para prender carga que é utilizada em alguns caminhões).

Esse antigo treinamento feito por alpinistas americanos era realizado nos anos 80, em Yosemite, na Califórnia.

Também é relatado na história desse esporte que atletas circenses utilizavam esse mesmo método para melhorar as suas performances acrobáticas – os atletas circenses que praticavam o funambulismo (a “caminhada” na corda bamba) eram os que mais utilizavam esse treino.

De um antigo treinamento para um esporte descontraído

Com a popularização desse antigo treinamento, o slackline começou a se tornar uma prática bastante difundida. Algumas pessoas “radicalizaram” a atividade e adicionaram várias manobras, que vão desde saltos até acrobacias que exigem um equilíbrio e controle corporal muito apurado.

Atualmente existem inúmeros campeonatos espalhados ao redor do mundo. Inclusive, o Brasil foi o país sede do campeonato mundial de slackline em 2015, que aconteceu em Foz do Iguaçu.

Esse evento foi de profunda importância para a popularização e história do slackline.

As várias modalidades de slackline

Assim como praticamente qualquer esporte de renome, o slackline também apresenta várias modalidades. Veja essas modalidades logo abaixo:

  • Trickline: a modalidade mais famosa e mais importante para o esporte. Ela consiste em uma série de acrobacias na fita de slackline. A maioria dos campeonatos (inclusive o campeonato mundial) são feitos nessa modalidade.

  • Waterline: essa modalidade consiste na fita de slackline amarrada acima de um local com água. Vários campeonatos também são feitos nessa modalidade (as mesmas manobras do trickline se encontram aqui).

  • Highline: essa modalidade é a modalidade mais perigosa e é a modalidade que mais remete aos atletas circenses de funambulismo. Nessa modalidade a fita de slackline é posta a alturas extremas e o atleta deve caminhar toda a extensão dessa fita (são utilizados equipamentos de seguranças, porém, exige-se muita experiência do atleta em questão).

  • Longline: semelhante à modalidade anterior, porém, a altura da fita fica em alturas baixas ou medianas. O diferencial é o comprimento da fita que passa dos 30 metros.

  • Yogaline: sendo a modalidade mais “zen” de todas, a yogaline consiste na execução de posturas de yoga sobre a fita de slackline. Essa modalidade exige muita concentração.

Vale ressaltar que o slackline possui uma linha de aprendizado bem longa. Ficar em pé e realizar várias manobras podem levar semanas de treinamento.

Todavia, boa parte do prazer do esporte está justamente no desafio e nas risadas que ele irá te proporcionar. É muito comum cair no início, e certamente, isso faz com que o esporte seja extremamente recompensador.

O slackline é recomendável para pessoas de todas as idades (desde que o local em que a fita estendida seja seguro para quedas). 

Ainda tem dúvidas sobre a história do slackline? Deixe um comentário e participe da conversa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *